O verão e travessias à vela...

Boas!

Acho que estou ficando velho, pois  de uns anos para cá o verão tem sido, de longe, minha estação menos favorita. 

Em nossa última estada na Ribeira houve um dia em que passamos na psicina da Aumar, pois ficar no barco ou na praia era simplesmente impossível. Já na primavera e no outono, quanta diferença! O Hélio, do Maracatu, há anos brinca com a previsão do tempo feita nessa época: tempo bom para quem, se a cabine estará a 47º C?

Por aqui na latitude 23º os dias têm amanhecido claros, com um pouco de vento. Depois o vento morre e entra lá pela meio dia, variando entre uma brisa gentil e ventos frescos. No fim da tarde, invariavelmente, vem um temporal daqueles. Dura pouco, mas assusta.

Acontece que ainda esse mês eu tenho que trazer o Malagô para o Guarujá e o cenário que se põe é esse, fazendo com que o planejamento saia do habitual. Em geral para travessias assim eu saio de Ubatuba cedo, chego em Ilhabela na hora do almoço e fico por lá até o dia seguinte, quando saímos antes do sol nascer. Assim chegamos em Santos ainda com dia claro. 

Para a próxima travessia eu planejo fazer o oposto: navegar apenas à noite. Sair meia noite para chegar com o dia clareando, mas não em Ilhabela e sim, nas Ilhas ou no Montão de Trigo. Fundear bem, passar o dia por lá e quando a noite chegar (passado o temporal), partir para Santos, com possibilidade de parar em Bertioga se a coisa apertar.

As vantagens de navegar a noite são muitas: a) o maçarico não está sob nossas cabeças; b) há menos temporais de verão e o terral pode nos ajudar a vir na vela e c) se o mar crescer  não se vê o real tamanho das ondas, o que diminuiu a necessidade de utilização da calça marrom! As desvantagens também existem: à noite as coisas triviais são sempre mais difíceis.

Quem planeja viaja duas vezes e estou nessa fase.

E vamos no pano mesmo...

Comentários

  1. Olá Juca,

    Estou com o mesmo "problema", levei o Furioso para Porto Belo e agora as tempestades de fim de tarde estão tão fortes que dá medo. Tenho que trazer o barco no carnaval e estou fazendo a mesma programação que a voce, saindo a noite ou apos a tormenta ou ,,,,,,, seja o que Deus quiser.

    Abraços

    Jorge Dias
    Veleiro Furioso

    ResponderEliminar
  2. Levar o Malagô para Guarujá? De noite? reserva um cantinho na sala de jogos pra mim viu! Dessa vez eu vou, vendi a empresa e estou mais vagabundo um pouco!

    ResponderEliminar
  3. Se precisar de um grumet terei uma semana de férias, é só avisar com alguma antecedência. Abç

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

De Ubatuba a Santos

De Vitória a Recife

De Santos à Vitória