Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2014

Os filhotes do Cusco!

Imagem
Boas!

Nossa escola de vela começou a funcionar em sistema profissional (com CNPJ e tudo o mais) em abril de 2012. De lá para cá  cerca de oitenta alunos passaram pelos nossos conveses, seja no Cusco Baldoso, no Malagô, no Sorento e até mesmo no Grandpa. Mas o que nos dá muito orgulho é saber que alguns desses alunos além de terem se tornado nossos amigos, seguiram de algum modo na vela, seja vindo outras vezes, seja velejando em outras escolas, seja comprando barcos - ou fazendo upgrades. É esse o tema desse post: os filhotes do Cusco!
As fotos a seguir, que não estão em ordem cronológica, contam um pouco dessa história.

O Celso Antunes velejou algumas vezes com a gente e, antes, fez um cruzeiro com a ABVC pelo Rio Tietê. Hoje tem um Atoll 23 no Canal de Bertioga.


O Júlio França comprou o Hoje!, que era do Rico Floriani e está na ponte aérea São Paulo / Joinville, mas ainda mantém seu Cruiser 18 na represa. 



Depois do curso o Luiz Pequini comprou um Sud 27 em Paraty e pela cor da água…

O Grande Pá

Imagem
Boas!
Eu e meus dois amigos Cassio Souza e Aruã Covo compramos em sociedade um Fast 230, o Grandpa. O objetivo é corrermos as regatas do campeonato santista de vela oceânica de forma efetivamente competitiva. Escolhemos um barco que apesar de pequeno possui características voltadas para as regatas. De quebra nossa escola de vela ganhou um reforço, pois temos mais um veleiro oceânico para utilizarmos por essas águas. O Malagô, assim, deverá ser usado apenas para travessias de instrução (mensais), sendo a instrução básica feita por aqui, em Guarujá - salvo casos especiais. 



O nome do veleirinho (que já trabalhou esse final de semana na continuação da instrução do Eduardo e mostrou que é "o bicho") é Grandpa (ou avô, em inglês). Mas no CIR quase ninguém fala o nome do barco do jeito que nós imaginamos ser o correto. Por lá o barquinho é apenas o "Grande Pá". Para que anos e anos de Cultura Inglesa, não é mesmo?!


Nosso primeiro desafio será a Regata de Arvoredos. Essa…

Gestão de risco: a hora de não partir.

Imagem
Boas!

Sexta-feira passada eu, o Cassio e o Mauro nos encontramos no Terminal Rodoviário do Tietê e partirmos às 23h00 com destino à Angra dos Reis, onde embarcaríamos (junto com outros tripulantes) no veleiro Caulimaran II, o Samoa 36 (ou seria hotel que flutua?) do Ulisses Schimmels que nos levará até a Refeno desse ano - e nos trará de volta! 


Chegamos em Angra às 06h00 e pegamos um táxi de um maluco que já tinha namorado uma antiga namorada do Mauro, lá de BH (mundo pequeno, esse!) e o dia começou com muitas risadas. Chegamos lá pelas 07h30 na marina Portogalo - casa do Caulimaran II, onde já estavam o Ulisses, sua esposa Marcela, o Henrique e o Luciano Guerra. Logo depois chegaram, do Rio, os outros dois valentes tripulantes: Rafael e Leonardo. Não demorou muito e nós três viramos "os paulistas"...
Depois de um belo café da manhã a bordo o Luciano Guerra, que é meteorologista, fez uma excelente palestra (que eu quero trazer para as bandas de cá da latitude 23º) sobre o a…

Turmas 07 e 08/2014!

Imagem
Boas!

Mar baixo, vento na casa dos dezoito nós e céu azul! Foi esse o cenário de dois cursos de vela realizados por nossa escola nesse último final de semana, em Guarujá. Como o Malagô está em Ubatuba e para essa galera fazer aulas em Guarujá seria mais conveniente,  mais uma vez utilizei o Meltemi, do meu amigo Alan Trimboli, para a instrução. O Meltemi é um TM 33 e é um barco extremamente robusto e seguro, ideal para quem está dando os primeiros passos na vela oceânica.
No sábado recebemos o simpático casal Emerson e Tatiana, bem como o Edmilson e o Emerson Cavallo - Turma 07/2014. Após a costumeira explanação sobre o que é e o que faz um veleiro, saímos para a baía de Santos. O mar estava espelhado e eu fiquei um pouco preocupado sobre a quantidade de vento (ou a ausência dele). Mas às 11h52 ele veio, e veio mostrando serviço: dezoito nós, de sul e constante. O veleiro foi adernando, adernando até que percebemos que estava um pouco além da conta para quem estava começando. Demos du…