Zé Puxa Saco...

Boas!

Depois do que me aprontaram em outubro eu jurei que jamais teria marinheiro de novo. Mas a gente vive para pagar a língua e cá estou eu com meu novo ajudante: O Zé Puxa Saco!

Zé Puxa Saco, meu novo marinheiro em seu posto logo abaixo da geladeira.

Acho que nossa relação será longa, pois até agora só vi virtudes no moço. Dorme no emprego; trabalha em troca de sacos de lixo; não fala muito (aliás, posso dizer que ele nem sequer fala); não bebe; não fuma; não palpita e curte Bach.

Hoje trabalhamos muito no Malagô: fizemos o piso da sala brilhar novamente; trocamos um automático da bomba de porão; trocamos o lugar da bomba de pressão/água doce; pintamos o quarto de jogos e instalamos uma luminária; acertamos o novo tanque de diesel; pintamos a popa e trocamos a rede em volta do guarda mancebo. Ufa! Tudo isso embaixo de um sol de 42º graus... 

No cronograma de atividades janeiro será, de agora em diante, o mês do verniz!

Uma epopéia que segue firme e forte é a dos novos fuzis. Depois de uma manhã inteira conseguimos fazer três furos na contrachapa interna que é presa nas cavernas (aço inox 316 com 1.2mm!). Faltam apenas mais cinco réguas e as chapas de acabamento. Ai, ai, ai...

E vamos de banho de mangueira a cada meia hora mesmo!


A ideia é conseguir me pentear olhando para o piso.
A nova rede agora é branca e e tem tramas mais largas.

O "quarto de jogos" (onde joga-se as coisas - qualquer coisa). Agora ele é branco e tem luz própria. Ali embaixo fica o novo tanque de diesel de 50 litros (no total o Malagô agora pode receber 200 litros de diesel).

Verniz na Popa...

O primeiro dos novos seis fuzis...


Comentários

  1. É isso ae, vamos cuidar de quem cuida de nós. Um veleiro é igual a um cachorro, precisa de um dono que o ame e o trate como um membro de sua própria família. Parabéns e bons ventos sempre.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

De Ubatuba a Santos

De Vitória a Recife

De Santos à Vitória