São Paulo Boat Show 2012

Boas!


Hoje fui com o Luiz Araújo no São Paulo Boat Show. Chegamos cedo, assim que a feira abriu. O salão estava praticamente vazio e alguns stands ainda fechados. Para quem gosta de lanchas aquilo está um espetáculo, com opções a partir dos R$ 29.000,00 até a alta estratosfera. Belos barcos que insistem em mostrar como eu sou pobre!

Mas um dia algum Benneteau se chamará Cusco Baldoso!

Em meio a profusão de motores de popa chineses de nomes esquisitos, destaco a chegada ao Brasil do alemão Toqeedo: motorzinho de popa elétrico, com bateria de lítio. Sempre fui fã deles e tenho certeza de que daqui a uns dez anos esse segmento sofrerá melhorias ainda maiores, a ponto de os de popa a combustão poderem ser substituídos sem neuras.

Quanto aos veleiros visitamos o belo cruzeirão Bavaria 40 e sonhamos um bocado. Em meio a muito gentil recepção, conheci pessoalmente uma figura que já conhecia pela web: O Juliano Treis, do veleiro Conquista , um O´day 23 que saiu de Florianópolis e acabou naufragado em Vitória em 2004. Por conta dele sempre deixo a gaiuta  fechada! A história, porém, foi um pouco mais pavorosa do que eu havia entendido: o veleiro capotou no sentido longitudinal: a proa  foi para trás com a onda anormal... Ainda bem que ele já reconstruiu a vida e está tudo nos conformes. Vale a visita.

O cockpit do Bavaria 40.


Outro veleiro que gostei muito do o Flash 170, que agora conta com uma mini cabine (honesta). Aprecio o conceito desse monotipo: boa boca, casco planador, quilha com lastro, buja auto camante, gurupés/gennaker e, o mais legal: é um barco NOVO!


Agradeço ao Luiz pelo convite e pelos convites!

E vamos que vamos!

Comentários

  1. Respostas
    1. Boas! Na feira, 30 mil... mas tem financiamentos bancário, rs. Para mim aina é um bocadinho caro, preço de veleiro de 23 pés (mas usado e antigo). Bons ventos!!!

      Eliminar
  2. Juca, não fui na feira por que achei caro R$ 50,00 para entrar mais alguns caraminguás para estacionar o carro, o que dirá um Benneteau :(

    ResponderEliminar
  3. KKK... Walnei, eu só fui pq era de grátis! Muito $$ para ver muita lancha! Bons ventos!

    ResponderEliminar
  4. Juca, aqui no Rio só temos tido reclamação dos veleiros Flash. Pelo visto, apesar de apresentarem bons projetos, a construção dele é muito precária e se economiza nos materiais mais importantes. Para você ter uma noção, tenho um amigo que comprou um Flash Maior Zero e gastou mais de R$ 20.000,00 no primeiro ano só em reparos na fibra dele, como caixa de bolina e etc. Semana passada pela segunda vez afundou na poita mais um Flash (novinho). Ele é um veleiro mais de represa, aqui temos tido mts problemas e reclamações mil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é... disso eu não sabia. O fato é que ter um grande projeto não significa muita coisa sem ter uma execução no mínimo da mesma qualidade. Espero que eles se resolvam!

      Eliminar
  5. Nossa e eu q tava levantando fundos para comprar um flash 170. Depois dessa acho q vou sair fora. Acho q o numero e um ranger22 mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, falam dos nossos veleiros trintões e quarentões, mas eles estão ai até hoje...

      Eliminar
  6. poxa,,,,,, a dias estou pesquisando e o flash 170 e um modelo apaixonante,,,,,,so num sabia destes defeitos de casco,,, isso e grave mesmo pq a agua nao aceita margens de erro

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Onde guardar um veleiro.

De Ubatuba a Santos

De Vitória a Recife