E lá vamos nós, de novo!

Pois é...

Tudo começou com o desejo de instalar um bimini (capota) no Cusco. Assim eu e as meninas (em especial a Alice) ficaríamos protegidos do sol. Mas o cockpit do Rio 20 é muito pequeno... então fiz algo muito perigoso: conversei com alguém mais "maluco" do que eu e juntamos nossas maluquices.

O resultado, muito graças ao Arnaldo Andrade, da velaria Cognac e quem eu já tenho como amigo, foi que o Cusco vai passar por uma verdadeira revolução:  o cockipit vai ficar totalmente livre e o barco, no final desse processo, vai andar melhor do que antes, com um bimini de última geração!

As principais alterações serão:

1. A retranca será sensivelmente diminuida, terminando no ponto em que começa a cabine;
2. O estaiamento será todo trocado e modificado o ponto de fixação para a borda do barco.
3. As cruzetas vão crescer e ficar bem anguladas;
4. O estai de popa vai sumir;
5. O enrolador vai ser instalado como foi projetado e não na base da adaptação, como está hoje.
6. A vela mestra, apesar de mais estreita, ficará maior, pois será bem aluada e seu tope será quadradão;
7. As catracas vão mudar de lugar (nunca gostei mesmo de onde elas estão);
8. E, tudo isso, para instalar o tal do bimini!

Em um barco o tripulante mais perigoso é mesmo o Jaque! Uma vez a bordo, chamos ele o tempo todo.  "Já que" vamos botar o bimini, por que não...? E nisso, ainda essa semana, o mastro vai descer!

Calculo que em dois meses estará tudo pronto. Logo, isso vai levar quase um ano... Mas o progresso será mostrado aqui.

E vamos que vamos!!!


Comentários

  1. JUCA, vou acompanhar tudo aqui no BLOG...

    Prepara o CUSCO com carinho!

    Grande abraço e boa sorte ;)
    Fernando Previdi
    http://go-avante.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. PS: Linda foto da ALICE... o ANDRÉ achou ela uma gatinha, kkkkkkk!!! :)

    ResponderEliminar
  3. Comandante, legal a inovação, vamos acompanhar de perto. Só tome cuidado em não alterar muito o projeto original, pois na hora de vender perde valor. Bons ventos

    ResponderEliminar
  4. Olá Juca. Não esqueça de mandar fotos...Parabéns pela coragem...barco melhor, mais segurança e conforto prá família!!
    abs.Ricardo - Veleiro Gaipava

    ResponderEliminar
  5. Opa, hoje isso aqui ficou movimentado! Bora lá!

    Previdi: avisa o André que o pai da Alice é bravo! Mas o duro é que eu já gosto desse menino que vem por ai... é duro ser pai de meninas!!! rs.

    Ulisses: fica tranquilo, cada mudança está sendo muito bem pensada e, na pior, é tudo reversível.

    Ricardo: bom vê-lo por aqui. Coragem ou falta de juízo? O limite é uma linha tênue!!! E nossa travessia até Ubatuba, sai quando?!!!

    BV pessoal!

    ResponderEliminar
  6. Oie Juca!

    Então... tranqüilo, o ANDRÉ e a ALICE vão ser só BONS amigos (tipo, ótimos amigos)... vão no máximo sair juntos para velejar :)

    Brincadeiras a parte, vendo você falar de REFORMA me dá até "arrepios"... Estou quebrando tudo lá em casa tentando terminar tudo (principalmente com as "goteiras nos quartos") até o ANDRÉ nascer.

    Ainda bem que vocês vão reformar o barco... bem, pelo menos por enquanto que ainda não estão morando nele, kkkk.

    Abraços ;)
    Previdi

    ResponderEliminar
  7. Xiii Fernando! No máximo velejar juntos?! Caramba, foi velejando que fizemos a Alice, lá em Paraty!!! Ou seja, esse negócio de velejar é muuuuuito perigoso!!! kkkkkkkk

    Bom ela vai ter que namorar mesmo, e é melhor que seja com alguém conhecido e velejador!!! Mas tudo a seu tempo!

    Quanto a reforma, na verdade é um jeito de eu manter a sanidade. Velejar com um neném é possível, mas em um barco inadequado para isso é tão complicado, que periga de a coisa toda perder a graça.

    Boas reformas para nós!!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Onde guardar um veleiro.

De Ubatuba a Santos

De Vitória a Recife