Travessia Ubatuba Buenos Aires - Soneca - Parte 03 - Florianopolis

Boas!

Após terem deixado Paranaguá e chegado em São Francisco do Sul no dia 03/11, por volta das 20h00,  a tripulação do Soneca nada pôde fazer senão esperar por uma janela meteorológica para continuar a descida até Buenos Aires.

Vitor e Bruna a bordo do Soneca.

São Francisco do Sul / SC


Em São Chico nossos amigos foram muito bem recebidos pela velejadora Marina Bruschi, Diretora do Museu Nacional do Mar, a quem uma vez mais agradecemos por tudo e também pela lasanha vegetariana. Além disso aproveitaram a parada mais longa e fizeram alguns experimentos gastronômicos, como o "bolo torto" ( alguém esqueceu da trava do fogão!!!). Deram também entrevista para o programa da Izabel Pimentel no Youtube, falando sobre trabalhos e bordo e felicidade. 

Bolo adernado a 15 graus...




No dia 05/11 o Soneca avançou pela Baía da Babitonga e fez uma escala técnica em Joinville para abastecer o barco com água e diesel. No dia seguinte, assim que houve condições de tempo mais adequadas para a descida, partiram com destino a Porto Belo.

Iate Clube de Joinville


A travessia noturna até Porto Belo (completada no amanhecer do dia 07/11) foi feita com vento contrário, o que sem trocadilhos deixou o Capitão um tanto contrariado. Nesse mesmo dia, ao final da tarde, eles saíram para as  últimas trinta milhas que os separavam da capital catarinense, mas não sem antes receber visitas ilustres a bordo!

Elio Crapun visitando o Soneca.

Bruna visitando seu lugar favorito a bordo, em Porto Belo...

... e recebendo a visita de Nazle Tuffi, sua professora do colégio.

Veleiros e agendas, de fato, não combinam. Uma travessia que tinha tudo para ser feita em três dias foi realizada em quatorze. Mas nada é sem motivo e cada navegante está onde precisa estar, no tempo certo. 

Hoje o Silvio, novo tripulante, deve se juntar a turma e seguir com eles até a Argentina. 

A próxima perna do Soneca será de Floripa até o porto de Rio Grande, provavelmente sem escalas. Ao sul de Floripa a navegação exige mais cuidados e atenção, pois existem pouquíssimas opções de abrigo e paradas e, como já relatamos aqui, a Marinha do Brasil está fazendo treinamentos com munição real e na região há áreas interditadas para a navegação.

Acompanhe a aventura do Soneca pelo Spot clicando AQUI!

E vamos no pano mesmo!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

De Ubatuba a Santos

De Vitória a Recife

De Santos à Vitória