O fim do Classe Brasil Ondina...

Boas.

Primeiro dos Classe Brasil a ir para a água, ainda na década de1940, o Ondina, BL13, ficou os últimos trinta anos sob uma carreta em uma marina de pescadores no canal de bertioga. Várias foram as promessas de salvá-lo, mas nenhuma conseguiu ser levada adiante. Nos últimos tempos já não se tratava de uma reforma, mas de uma verdadeira reconstrução e o custo disso é absolutamente proibitivo.

Essa semana a agonia chegará ao fim. O casco foi comprado por uma família que ama os Brasil, assim como eu - os Westphal, da Pier Boat/Volvo do Guarujá - e o pouquíssimo que sobrou será montado no Brasil deles, o Cangaceiro, ou vendido para interessados em clássicos. Mas não há quase nada, infelizmente.

Como consolo resta o fato de que parte desse barco, um dos mais importantes da história náutica de nosso país, continuará navegando por ai, seja no Cangaceiro, seja como o velame do Malagô (que é o do Ondina - BL13, seus "irmãos mais novos".

E vamos no pano mesmo...

Fotos do dia 04/03/2015, feitas por Guilherme Westphal:






Comentários

Mensagens populares deste blogue

De Ubatuba a Santos

De Santos à Vitória

De Vitória a Recife