Turma 04/2014

Boas!

Depois de eu quase implorar de joelhos, o mecânico finalmente foi ao Malagô tentar resolver meu problema do aquecimento de um jeito que eu pudesse sair de Ilhabela e seguir para Ubatuba sem tentar me matar. Mas a coisa, como eu suspeitava, era um pouco mais séria. O cabeçote precisa de reparos mais intensivos e eu, mesmo sabendo do custo, estou muito inclinado a colocar um novinho. A bem da verdade, estivesse o câmbio mais amistoso eu colocava era logo um Yanmar, mas dessa vez não dá me$mo! Nessas horas dá uma saudade do motor de popa... (mas só nessas horas, rs).

Porém, contudo, todavia e entretanto a vida não pára e a agenda de alunos tem que seguir. Temos aulas até junho. Em julho o barco sobe para manutenção e atividades náuticas somente a partir de agosto.

Nisso apelei para a ajuda dos amigos e consegui um barco "emprestado", o Meltemi, do meu amigo Alan (que foi conosco) - um projeto do Bruce Farr de 32,5 pés, embrião dos veleiros MJ. Ao que me consta foram feitos apenas dois desses barcos pelo mesmo estaleiro dos MJ. A aula seria no melhor barco do mundo: o barco do amigo!

Fizemos o básico 01, como de costume.Como o barco era um pouquinho menor e aproveitando três adiamentos para maio, reduzi o número de alunos de quatro para dois. Na tripulação, então, Luciano e Gustavo, duas figuras gente boa e de conversa fácil que tocaram o barquinho de forma muito eficiente e sem sustos em uma tarde perfeita:  mar de almirante, nenhuma nuvem no céu, sol ameno e ventos de leste entre 10 e 18 nós!  

Na volta para a marina encontramos o Alexandre e a Luiza, do Superbakanna, que assim como eu estão de mudança da Boreal. Eles vão para a Ribeira. Já eu vou para algum lugar entre ali e aqui.

E vamos no pano mesmo!

Galeria:


Luciano...

... e Gustavo.





Comentários

  1. Arruma este cabeçote! Motor control é muito bom, você vai arrumar e não vai se encomodar por muitas horas. O meu motor VW passou por exatamente este problema em 2009, depois disto ele já fez mais 1.500 horas e ainda está bom.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, é o que eu vou fazer! Até pq memso doente, o motor pega de primeira e fácil! Bons ventos!

      Eliminar
  2. Salve Juca.....
    Achei que não ia rolar essa turma por causa da parada forçada do Malagô..... Que bom que teve a aula.... Um abraço e até a próxima!!!!

    ResponderEliminar
  3. Muito bom Juca! Bacana a explicação sobre os MJ. Teu motor é como o do Hoje!, é bom, porém, tem que ter um Dom Cesar pra acertá-lo. Não é fácil essa nossa vida de velejador dependente de motor; um ultraje! [risos]

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é! Mas não existe um Cesar em cada esquina! Acho que vou mudar para a Babitonga!!!! Bons ventos, meu amigo!

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

De Ubatuba a Santos

De Vitória a Recife

De Santos à Vitória