Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2013

Encalhados no mangue!

Imagem
Boas!
O canal de bertioga sabe ser traiçoeiro. Mesmo sabendo disso e apesar de haver na internet um roteiro prático bastante interessante, tem gente que ainda consegue encalhar nele!


Sábado velejei no canal com o Celso (novato), com o Nelson 007 ( o apelido pegou), com o André a com a famosa Yasmin - que teve seu processo de marinização iniciado.



A barra de bertioga estava bem mexida e eu preferi velejar pelo canal, como fazia com o Atoll 23. Mas... não adianta ser teimoso. Tem coisa que não dá para fazer, simples assim. Velejar no canal com o Malagô é uma delas. 

Seguiamos em orça a quase quatro nós (vetinho bem fraquinho) quando na altura da coroa que fica na barra do rio Itapanhaú o "Velho Mala" parou. Literalmente. Logo percebi a merreca que tinha feito e pedi para que me ajudassem a abaixar a mestra e enrolar a genoa. ENCALHAMOS NA LAMA! Pior: o vento nos empurrava para a margem (que no visual estava longe). Era preciso agir rápido. 
Tentei dar motor a ré, mas o barco …

Iguape, Ilha Comprida e Cananéia...

Imagem
Uma nau portuguesa seguia para a costa do Brasil quando foi abordada por piratas holandeses. Para salvar uma imagem de Jesus martirizado que traziam a bordo, os tripulantes a jogaram no mar, na altura de Pernambuco. Nove meses depois em uma manhã de 1647  dois índios que estavam a caminho de Itanhaém econtraram a imagem boiando na praia do Una, na Juréia. A resgataram do mar e a puseram em pé, voltada para o sol nascente e foram terminar seus afazeres. Ao retornarem a imagem havia se virado (sozinha), mirando o poente. Após algum alvoroço os locais decidiram que tão importante achado deveria ser levado para Iguape. Mas no meio do caminho uma turba os convenceu de que o melhor destino seria Conceição de Itanhaém, sede da capitania. A imagem foi colocada em uma rede e rebocada por uma canoa, porém ficou tão pesada que não saiu do lugar. Mas quando a canoa se deslocava na direção de Iguape fluia leve e tranquila. Era o sinal. Nascia assim o culto ao Bom Jesus de Iguape, venerado por mil…

O longo caminho...

Imagem
"Não estou triste nem alegre. Nem muito tenso, nem mesmo descontraído. Sinto-me talvez como quando um homem olha as estrelas se fazendo perguntas às quais lhe falta maturidade para responder.  Então um dia ele está contente, um dia está vagamente triste, sem saber porquê. Lembra um pouco o horizonte, podemos vê-lo distintamente quando o céu se une ao mar sobre a mesma linha, vamos sempre em direção a ele, mas ele se mantém sepre a mesma distância, próximo e, ao mesmo tempo, inacessível. Portanto, sabe-se, no fundo de si mesmo, que só o que conta é o caminho percorrido".
Bernard Moitessier, O Longo Caminho.

Ilhabela e o Atrevida

Imagem
Boas!

Chove por ai? Aqui o mundo cai aos píncaros!
Sábado fui para Ilhabela testar um veleiro que um aluno estava interessado em comprar. O modelo é um Fast 303 (tem, portanto, um bocadinho mais do que trinta pés). Gostei muito do projeto, que achei bem resolvido, com soluções interessantes de interior, rápido e bom de mar. Como eu sempre digo, um Fast é um Fast! Tempos bons aqueles... 



Velejamos com ventos que foram da calmaria mais completa até rajadas com mais de vinte nós de um noroeste nervoso. O barco adernou bastante pois estava com um pouquinho mais de pano do que o recomendado para situação (depois que o vento apertou), mas nada que tenha tirado o controle da embarcação.




No canal cruzamos duas vezes com o Atrevida, a todo pano e no auge de sua beleza clássica.





Fazia tempo que não ia para Ilhabela (por terra). Eu gosto de lá, mas não consigo ter pela Ilha o mesmo amor que tenho por Paraty... Uma semana antes da Semana de Vela a cidade estava calma. Mas sábado que vem estará uma…