- Alô, é do navio?!

Boas!

Durante nossa travessia, ainda em Ilhabela (e antes da quebra do quadrante da roda de leme) o Ivan ficou olhando para os navios no Porto de São Sebastião. Queria ver se encontrava o João Cândido, o maior petroleiro brasileiro. Ele estava impressionado com o navio pois vira uma maquete no museu de São Francisco do Sul/SC. Nenhum deles era.

Mais tarde, já depois da Ilha de Toque Toque, havia um baita "naviozão" fundeado. Ele me perguntou se não seria o João Cândido e eu, santista que vê navios a toda hora (até da janela da casa nova), disse: -"Nada, esse nem é tão grande assim".

Pois é... quando deu para ler o nome do danado, não é que era o João Cândido? Depois dessa bola fora   eu não poderia deixar essa passar em branco. Então perguntei: "- Ivan, você já conversou com um navio?"


O João Cândido foi construído em PE e lançado ao mar em 2012. Possui 274 metros e tem capacidade para transportar  1 milhão de barris de petróleo, o que representa metade de nossa atual capacidade de produção.

Menos de um minuto depois, ouvi o seguinte diálogo:

"- Atento João Cândido, Atento João Cândido, copia veleiro Malagô?
- Malagô, aqui João Cândido  - canal 17.
- João Cândido, aqui é o Ivan, do veleiro Malagô, saindo de Ilhabela com destino ao Guarujá. Vocês poderiam informar se nos veem na tela do radar? 
- Positivo! Qual sua posição?
- Través de Toque Toque.
- Veleiro, não vemos nada não... - foi a resposta após alguns segundos.
- Positivo João Cândido, muito obrigado e QAP 16.
- QAP 16! Boa navegação".




Nosso refletor de radar não foi visto pelo João Cândido, o maior petroleiro brasileiro. Estamos às cegas no mar, ninguém nos vê no radar!!! Preciso reparar isso também, instalando um novo refletor, mais alto e mais eficiente. Haja saldo...

E vamos no pano mesmo!



Comentários

  1. Juca onde você arruma essas histórias cara? Hilário, nunca me passaria pela cabeça chamar um petroleiro pelo rádio... ainda mais qual!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um presente para o Ivan, o garoto mereceu depois de vestir a calça marrom pela primeira vez!

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

De Ubatuba a Santos

De Vitória a Recife

De Santos à Vitória