Mais uma festa a bordo!

Todos os dias eu e a Pri levamos  as meninas para as respectivas escolas, logo depois do almoço. São duas quadras de caminhada, mas é um dos "nossos momentos" (e quem te filhos pequenos sabem que eles somem da vida de um casal com relativa facilidade).

Em um desses dias a Priscila  parou - mesmo com toda a pressa que estávamos - e alheia a tudo em volta cheirou um flor que nascia em um canteiro de uma das casas do caminho. Depois seguiu cantarolando com um sorriso de criança.  

E mais uma vez eu lembrei porque casei com ela...



Feliz aniversário, Almiranta. Amo você.

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Onde guardar um veleiro.

De Ubatuba a Santos

De Vitória a Recife