A beleza interior é a que conta...

Boas!

Dizem que a beleza interior é a que conta. Por isso o Cusco Baldoso será reformado de dentro para fora, de baixo para cima.

Desde que comprei o atual Cusco fiz melhorias apenas nos sistemas de navegação e governo (cabos, muitos cabos da Náutica 30 nós), no conforto geral (sombra, muita sombra - by Náutica Capotaria, do meu  amigo Cesar Pastor) e nas velas - Cognac/Arnaldo Andrade

Em estética mesmo não mexi. Mas chegou a hora, pois algumas coisas estão feias... e como a beleza interior é a que conta, é pelo interior que vamos começar. Estou envernizando as madeiras, vou substituir as anteparas, as portas dos armários (já tem duas nesse momento curando a resina epoxy que usei para selar lá na cozinha) e o tampo da mesa de navegação. O carpete (em péssimo estado) que reveste as paredes na cabine de proa vai dar lugar a uma surpresa. Vai ficar bacana e eu não pretendo deixar de navegar - vai ser reforma morando dentro! A exceção deve ser a primeira semana de agosto, quando  o barco vai subir por uns cinco dias só para fazer o fundo. A pintura já chegou no seu segundo ano e não foi muito bem cuidada pelos donos anteriores. Quanto à pintura externa, continuo firme na intenção de deixar como está... feia mesmo.

O interior do Cusco Baldoso em julho de 2012. Como será que vai ficar, depois?


Enquanto isso, o pessoal do CCL 2012 está em abrolhos, paraíso que será tema do nosso próximo post.


E vamos que vamos!  

Comentários

  1. Juca, tambem estou na mesma situação sua.
    estou reformando o K-ito, para tirar as anteparas foi um sufoco, tinhas uns parafusos que não queria abandonar o barco. Já comprei um painel solar e controlador, vou substituir a iluminação por led. A pintura é so verniz internamente e fundo. bons ventos!!

    ruyter

    ResponderEliminar
  2. Pois é Ruyter, ontem, eu tirei o primeiro par de anteparas (as da cabine de proa) e não foi bolinho não. os parafusos até que sairam bem, mas a laminação que as anteparas têm junto ao caso deu um trabalho (na verdade, o trabalho mesmo foi eu perceber que havia a tal laminação, mas não conta para ninguém, ok?!) Abs!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

De Ubatuba a Santos

De Vitória a Recife

De Santos à Vitória