Homenagens

Boas!


Eu nunca fui um cara de muitas firulas. Em verdade muitas vezes me faltam social skills básicos. Mas, de uns tempos para cá, isso tem mudado. Talvez seja a idade. E essa, com certeza,chegou. Semana passada voltei a remar canoa hawaiana, depois de mais de quinze anos. Quando a professora me viu, foi logo perguntando: "- O SENHOR já sabe remar?". Pois é, virei um senhor... virei o pai da Brida, ou o pai da Alice. Trinta e sete anos... e outro dia eu era apenas um menino, que sonhava servir na aeronáutica.

Mas se virei um tiozão, virei também Amigo da Base Área de Santos, por indicação do comandante da BAST, o meu amigo Cel. Panza, em agradecimento aos relevantes serviços prestados por mim àquela organização militar (é o que está escrito no Diploma!).




E menos de uma semana depois, recebi uma homenagem da ABVC Interior, pela contribuição que temos dado ao pessoal da água doce. Como se fosse algum sacrifício ir até lá, comer o churrasco do Paulo Abreu e conversar com gente tão legal!



Eu autografando meu livro para o sempre gentil Mario Buckup (e não o contrário, rs), ao lado ainda do Wadinho Barô e do Pirata da Ilha! Uma honra estar perto de pessoas tão especiais.

A vida é feita de fases. Vamos ajustar as velas e seguir, no pano mesmo...

Comentários

  1. E eu pensei que a vida fosse feita de sonhos...rs, mas realmente você tem razão: a vida é feita de fases! Parabéns capitão/autor Juca! P.S.: Espero que o SENHOR já saiba remar rsrs. Parabéns pela bela família! Abs

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

De Ubatuba a Santos

De Santos à Vitória

De Vitória a Recife