Da águas viestes, para a água retornarás...

Boas, muito boas!

O Malagô deveria ter descido ontem, dia 30. Mas decidi dar mais um mão de tinta envenenada, por isso ele só desceu hoje, às 14h00. No momento da descida eu estava dando aula de vela para uma turminha muito bacana, dois casais: Felipe e Luciana, Rodrigo e Simone.  No final foi melhor assim, pois eu não me aborreci. Pelo contrário, me diverti bastante com esses quatro enquanto o pessoal do estaleiro me entregava o barco lá no clube (pois é, rolou até um delivery!).

O vento estava fraco, mas ainda assim andamos bem para lá e para cá, orçando bastante. Havia alguma ondulação, reflexo de uma ressaca e a Luciana, que está grávida de dois meses, enjoou um pouquinho. Mesmo assim ela foi firme e forte e concluímos o programa da aula no horário. Amanhã eles farão a segunda aula comigo e no domingo, com o Alan. Ao mesmo tempo, em Ubatuba, o Tio Spineli levava outra turma do curso básico para o mar: Dimas, Vinícius, Ronaldo e Juliana. 

Durante o mês de maio terminaremos de restaurar o mastro e depois trabalharemos no motor. Pedi também ajuda ao Walnei, do Vivre, para refazer a parte elétrica e ele topou. Até julho estaremos velejando de Malagô novamente e em dezembro devemos soltar as amarras para aquela viagem, mas isso é assunto para outro dia...

E vamos no pano mesmo!


Último dia na carreira do estaleiro...

... últimos detalhes da pintura.

Porão cinza e seco!

Rodrigo.

Luciana (à esquerda da foto) e Simone.

Felipe.

Velejando de Fast 230

Eu, meu clareamento dentário e minha valente tripulação, que não me fez fazer nada!

O Malagô voltando para o clube, em foto do Sr. Augusto.

Da água viestes, para a água retornarás!






Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

De Ubatuba a Santos

De Vitória a Recife

De Santos à Vitória