Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2012

Uma penca para você!

Imagem
Boas!

Esse é meu último post de 2012.  Está na hora de desligar os computadores, tablets, celulares e ir para o mar, para o mato, para a vida mais devagar, quase parando. A correria, agora, só em janeiro, pois o mundo não vai acabar em 12/12/12, às 12h12'12, nem no dia 21/12. Se o calendário acabou, a gente faz outro.
Para você meu amigo e minha amiga seguidor e seguidora do blog, desejo apenas uma penca: uma penca de coisas boas! uma penca de soluções! Uma penca de saúde! Uma penca de beijos e outra de abraços! Uma penca de velejadas! Uma penca de belos horizontes - do mar à montanha! Desejo também  uma penca (pequena, quase acabando) de problemas, pois mar tranquilo não faz bom marinheiro!


Bons ventos e estrelas à barla!
Amanhã só ano que vem!


Clube Cusco Baldoso e Regata da Marinha 2012!

Imagem
Boas!

Pois é, todo ano a gente diz que o ano passou rápido. Nesse não foi diferente. Já estamos no alto de 2012, pleno dezembro, quase verão, quase férias para alguns e trabalho para outros tantos. Meu marco regulatório para a libertação do terno e gravata é a Regata em homenagem à  Marinha do Brasil. Esse ano ela veio um pouco mais tarde: será realizada no dia 15 de dezembro, sábado e coincidirá com o término da copa CIR de vela oceânica (mais informações ao final deste post).
Enquanto isso entre um abacaxi e outro vou organizando o novo formato da escola de vela, agora com o Malagô. Algumas coisas já estão definidas e uma delas é a criação do Clube Cusco Baldoso, ou algo assim.

Basicamente quem foi aluno (e isso vale para quem fez aulas no Atoll 23 ou para quem eu dei aulas no próprio barco) será convidado a participar de alguns eventos, como as regatas de veleiros clássicos e regatas festivas como as da Marinha, ou de travessias fora do calendário de aulas. Tudo isso sem custo, a n…

Quando tem que ser, é...

Imagem
Boas!

Tentei comprar o Coronado (Ulisses Schimels) durante um ano. Nossa, como eu sonhei com aquele barco! Mas em 2012 o caixa andou baixo por aqui e não deu. Um domingo a noite matutei, matutei e arrumei um jeito. No dia seguinte, porém, quando fui fazer a proposta, fui surpreendido com a venda do "meu barco" para outra pessoa. Que pé no saco! Pois é, quem dorme no ponto...
Nessa mesma semana fiz uma outra proposta para o Cesar, do Malagô, um outro sonho de consumo (sublinhando que o Coronado e o Malagô são barcos de concepções e de "trabalhos" completamente diferentes). Após um final de semana da agonia,  aparamos umas arestas e pronto, no fio do bigode a coisa estava feita. Mas que frio na barriga deu!
Era final de outubro e eu tinha muitas aulas para dar ao longo de novembro. Acertamos os "toma lá da cá" (o nome fácil da obrigação sinalgmática) para o final de novembro, mais tardar começo de dezembro. Eu levaria o Cusco até Ubatuba e para isso contari…